Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaque

Meu útero, um campo de batalha: Direitos reprodutivos das mulheres, Zika e Aborto

Emanuelle Goes*

Controle, regulação, aborto e direitos reprodutivos das mulheres foram os pontos que surgiram junto com Zika virus reacendendo pautas a cerca do tema, tudo isso por conta da suspeita do vírus estaria relacionado ao aumento do número de casos de crianças nascidas com microcefalia, já tendo mais de 700 casos diagnosticados.
A microcefalia e o Zica vírus reabriu a discussão sobre a legalização do aborto e talvez seja a janela de oportunidade de discutir e até mesmo ampliar o escopo da legalização no País que ainda é crime, exceto em três situações (quando a gravidez traz risco de morte à mulher, quando resulta de estupro e em casos de comprovação de anencefalia fetal).
Vale lembrar que o Reino Unido descriminalizou a pratica do aborto por conta do surto de rubéola, pois por causa do vírus as mulheres a realizavam abortos ilegais com a preocupação da possibilidade de ter um filho com malformação congênita causada pela Rubéola, pois o vírus ataca o sistema neural central do f…

Últimas postagens

Genocídio na saúde: da esterilização às mortes maternas

Criminalização do aborto mata mais mulheres negras

Rede de especialistas e ativistas em Justiça e Direitos Reprodutivos

Pela Vida das Mulheres Negras, vamos todas/os/es

O aumento da sífilis, mas ela sempre esteve entre nós