CURSOS



O objetivo proporcionar um processo colaborativo de aprendizagem, onde o conteúdo apresentado problematiza as ações de facilitação nos ambientes de interação e estimula a troca de saberes, a colaboração de todos os participantes e a reflexão sobre sua prática cotidiana.

Ofertado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UNA-SUS/UERJ), foi organizado para contribuir com os profissionais de saúde, especialmente os trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), para que realizem suas ações de cuidado, promoção e prevenção da população LGBT com qualidade, de forma equânime, garantindo à população LGBT, acesso à saúde integral.

É uma iniciativa do Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) e da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP) e será oferecido pela Secretaria Executiva da UNA-SUS. A demanda para criação de um curso que abordasse o tema veio do Conselho Nacional de Saúde (CNS), responsável pela aprovação da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN), instituída pelo Ministério da Saúde em 13 de maio de 2009, por meio da Portaria nº 992.

O objetivo do curso é disseminar o conhecimento para que profissionais de saúde, em especial, reflitam sobre como processos de trabalho e modos de vida das Populações do Campo, da Floresta e das Águas podem interferir nos processos de saúde-doença, transformado assim práticas de cuidado e melhorando o acesso aos serviços de saúde para essas populações. A ideia é incorporar práticas de cuidado à saúde no processo de trabalho desses profissionais, considerando os determinantes sociais da população atendida, conforme a Portaria Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo, da Floresta.

Proporcionar informações sobre indicadores e suas aplicações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário